" "

✼ o tempo que sumi e me senti perdida…

16 jun

tha1

Vamos imaginar que você está andando na rua e alguém te para e pergunta “o que você quer da vida?”, o que você responderia? Acho que pelo menos 90% das pessoas responderia “ser feliz”. É meio óbvio, acho que não conheço ninguém no mundo que não esteja em busca de felicidade! Mas, cada vez mais, é notável que as pessoas estão completamente perdidas, e não tem a mínima noção de como encontrar essa “felicidade”.

Há mais ou menos 1 ano, minha vida deu uma reviravolta, e comecei perceber que não estava feliz como eu gostaria, e queria “pra ontem” encontrar essa tal felicidade! Aí, decidi ir atrás de coisas que até então, eu achava que iam me fazer a pessoa mais feliz do mundo, como: mudar completamente o visual, sair com amigas para festas e baladas, comprar itens de desejo do momento, ficar com o corpo que sempre quis ter, entrar para uma aula de dança… Enfim, fiz tudo isso e adivinhem o resultado? A felicidade não estava nesse “pacote”! E aí, eu fiquei menos feliz, quando o propósito inicial do meu plano era o contrário.

Foi aí que percebi que a felicidade está dentro da gente, e se conhecer é mais que fundamental. Ta aí, acho que comecei a descobrir o grande segredo da felicidade: descobrir o que me agrada e o que não, e a partir disso, buscar o que me traz felicidade e evitar o que me traz tristeza. Simples!? Nem um pouco! E sabe por quê? Porque uma das coisas mais difíceis do ser humano é se conhecer de verdade, ainda mais nos dias de hoje. Passamos o dia conectados, com milhões de novas informações por minuto, pessoas novas, cursos diversos, e atividades infinitas….é tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo ao nosso redor que esquecemos do principal, de nós mesmos. Esquecemos de olhar para o nosso interior, deixamos de passar um tempo na nossa própria companhia. Acabamos indo “no vácuo” dos demais, sabe!? Não conseguimos mais diferenciar o que realmente nos faz felizes ou tristes, acabamos confundindo nossos desejos com os desejos dos outros.

Já vi muita gente – inclusive amigas minhas – buscando a felicidade nos lugares errados e em coisas que não tem nada a ver com elas. Inclusive eu já fui assim. E isso é a mais pura falta de autoconhecimento. Por isso, depois de tantos dias vendo a minha vida perder o rumo e o sentido, eu resolvi me dedicar a mim mesma. Entrei para a terapia e venho descobrindo o que me faz feliz, e vou focar nisso. Independente da opinião externa. As vezes, o que te faz feliz não é o que os outros acham que vai fazer, e ninguém além de você mesma para ter esse saber. Autoconhecimento muitas vezes nos deixa confusa, mas é necessário e faz um bem enorme quando começamos a encontrar o que tanto procurávamos. E sabe, não importa a idade para isso, afinal, temos que tomar decisões todos os dias das nossas vidas, no âmbito pessoa, profissional e por aí vai… Agora, mais difícil ainda é tomar uma decisão quando não sabemos quem realmente somos.

Então, tirei esse tempinho do blog e de muitas outras coisas na minha vida para me encontrar e saber o que realmente me traz felicidade. Hoje, o blog volta com mais força, mais empenho e muito mais dedicação, porque ele me faz feliz, sim. Percebi que esse espaço é uma parte da minha essência, e não importa o que falem ou a opinião que os outros tenham em relação a ele, é a minha decisão levar a sério e fazer disso um espaço bacana para mim e para vocês, que acompanham.

Desde muito pequena, sempre tive um sonho, que era trabalhar na TV. Sou formada em Jornalismo e amo comunicação. Mas nos tempos de hoje, percebi que não preciso estar na TV para poder fazer o que sempre sonhei. A internet é um espaço que me permite fazer um trabalho fantástico, dinâmico, rápido e muito divertido. Eu acredito nesse sonho e vou atrás dele. E sabe o melhor, a caminhada mal começou e os frutos começaram a florescer. E vocês vão ver tudo por aqui e fazer parte desse sonho que está se tornando uma realidade.

Então, para finalizar esse texto, a minha dica para você que está se sentindo perdida é: procure o sentido da sua vida, procure o seu propósito e olhe para você, se descubra, porque senão, a sua vida apenas “acontece”. É isso que você quer? Agora, saiba procurar, pois na maioria das vezes, é olhando para dentro de si que vai encontrar. 😉

Um beijo muito carinhoso,

Thá!

One Response to “✼ o tempo que sumi e me senti perdida…”

  1. Bethy 16/06/2015 at 8:37 PM #

    Muito Tha faça aquilo que te faz feliz e saiba que tudo que vc faz com amor sai nota milllll continuarei a te seguir por aqui, beijão no coração.

Leave a Reply